Câmara de Viamão aplica testes de covid-19 em vereadores e servidores

Nesta quinta-feira, será votada a admissibilidade do impeachment do prefeito afastado André Pacheco

Com um caso confirmado de assessor que testou positivo para o coronavírus na semana passada, mas estava em casa de quarentena e segue em isolamento domiciliar, a Câmara de Viamão vai aplicar testes rápidos em todos os vereadores e servidores nesta quinta-feira (25). Em acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, serão feitos cerca de cem testes, com resultado em 15 minutos.

Na sessão desta quinta, a Câmara analisa a admissibilidade do processo de impeachment do prefeito André Pacheco, que está afastado do cargo desde 12 de fevereiro por decisão judicial. O prefeito foi afastado por 180 dias, acusado de desvio de recursos públicos.

Três outros trabalhadores (um estagiário, um terceirizado e um assessor de vereador) foram investigados porque parentes apresentaram sintomas. Dois testaram negativo, passaram duas semanas em isolamento e voltaram a trabalhar. Um segue em casa porque o padrasto, que mora no mesmo terreno e teve os sintomas, aguarda o resultado do teste.

A Câmara restringiu o acesso do público, mas as sessões seguem sendo realizadas de forma presencial. Antes, apenas 50 pessoas podiam permanecer no plenário, contando os 21 vereadores. Com a entrada da região em bandeira vermelha, o número baixou para 30, segundo o diretor-geral da Câmara, Antônio Geraldo Henriques Filho.

Para manter os gabinetes abertos, sem ferir o decreto do governador Eduardo Leite, a Câmara invocou sua condição na condição de “órgão fiscalizador”. Os servidores do grupo de risco estão em trabalho remoto desde março.

Fonte: ZH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *